ATUAÇÃO EM TODAS AS AREAS DO DIREITO

Assessoria, Consultoria e Atuação Jurídica e Administrativa completa.
Direito do Consumidor; Direito Bancário; Direito Civil; Direito Tributário; Direito de Família; Direito Criminal; Direito Internacional; Direito Civil e Contratos; Direito Trabalhistas; Direito Empresarial; Direito Previdenciário; Direito das Sucessões e Inventários; Direto Eleitoral; Direito Publico e Administrativo.

Prestamos atendimento e Assessoria Jurídica nas cidades de Chui, Santa Vitoria do Palmar, Rio grande, Pelotas e Pedro Osório-Cerrito, com possibilidade de atuação em outras comarcas. Apresentamos recursos em todas as instancias judiciais.

E-mail: drhugojuridicozs@hotmail.com
Telefone Celular: 91188208- Telefone fixo: 53-32652072
( Horário Comercial- vinculado a Matriz no Município de Chui/RS)- 53-30251803 (H. Comercial- Pelotas/RS)
Celular Uruguaio: 092.484.153.
Horarios de Atendimento:
Segunda a Sexta das 9h as 12 h e das 14h as 19h
Sábados: das 9h as 12h
ESCRITÓRIO 01: Matriz HD Jurídico Chui /RS: Rua Peru 1.015 Chui/RS CEP 96255-000. Telefone (53)32652072
ESCRITÓRIO 02: HD Jurídico Santa Vitoria do Palmar/RS: Rua Barão do Rio Branco 549 CEP 96230-000
ESCRITÓRIO 03: HD Jurídico Pelotas: Rua Andrades Neves 2.565 CEP 96020-080. Telefone: (53)3025-1803
ESCRITÓRIO 04: HD Jurídico Pedro Osório- Avenida Alberto Pasqualini 55 Sala B-
ESCRITÓRIO 05: HD Juridico Rio Grande: Barão de Cotegipe 433- Centro- Sala 912- Edificio Porto de Gales





quarta-feira, 11 de agosto de 2010

A FORÇA DA LEI AOS ADVOGADOS

Em homenagem a todos os advogados neste Dia, materia publicada hoje no site www.espaçovital.com.br
hora e a vez do “estatutaço” (11.08.10)
Base de dados do Espaço Vital de 15/09/06

Num 11 de agosto (Dia do Advogado) de um ano recente, nesta década, o titular de uma banca porto-alegrense de destaque estava chateado de ouvir os estagiários - Não adianta, doutor. O cartório não funciona, o juiz só atende uma vez só por semana, e a gente não consegue nem mesmo falar com a assessora dele. O advogado sabia que a importante ação já tinha três meses sem movimentação, sutilmente informada como "conclusão ao juiz”. Certa tarde - pela décima vez – o advogado ouviu do outorgante, por telefone, a mesma reclamação: - É a única ação que temos em juízo e estamos decepcionados. Nosso processo não anda. O advogado desligou o telefone e rumou ao Foro Central. Entrou no cartório e anunciou ao atendente que queria falar com determinado juiz. - Antes tem que passar com o secretário - o atendente mostrou convicção, definindo a próxima etapa, devidamente cumprida para que o advogado tivesse à sua frente, cinco minutos depois, a assessora do magistrado. O diálogo foi objetivo. - Boa tarde! Desejo falar com o magistrado! - Ele só atende às quintas-feiras, das 17 às 18 horas. E o senhor terá que me informar, antes, o número do processo a respeito do qual pretende conversar. E voltar dentro de três dias -, afinal hoje é segunda-feira. - A senhora é bacharel em Direito? - Sim! - Conhece a Lei nº 8.906/94 e, nela, o inciso 8º do artigo 7º ? - A lei eu conheço, mas não estou lembrada do que diz esse artigo. O advogado abriu a pasta e ofereceu à assessora um exemplar do Estatuto do Advogado, onde o artigo em tela já aparecia convenientemente salientado com marca-texto amarelo. A assessora leu, mas não deu esperanças: - Doutor, lamento, mas o doutor juiz só atende às quintas... - Pois diga a ele que vou esperar, nem que seja até amanhã, quarta, ou quinta. Mas não saio sem ser atendido! - Só que a segurança pedirá para o senhor se retirar às 18h30, horário de fechamento do foro... - Vou então, antecipadamente, convidar a imprensa para registrar ação e reação ! A assessora, sentindo que o clima previa chuvas e trovoadas, pediu que o advogado, então, tivesse "alguns minutinhos de paciência". Assim foi feito. Três minutos depois, já sorridente, ela voltou convidativa: - Passe ao gabinete, por favor. O doutor juiz vai atendê-lo. Não foram necessários mais do que dez minutos para que o advogado expusesse objetivamente o que pretendia. Dois dias depois, um despacho saneador, de uma lauda e meia, estava em cartório. Ao festejar o destrancamento do processo, o profissional da Advocacia reuniu os estagiários do escritório e resumiu a proeza: - Dei um ´estatutaço´! Uma exibição de força do Estatuto do Advogado, sem necessidade de carteiraço.Desde 1º de janeiro de 2007 - e reeleito depois nas eleições de novembro de 2009 - o advogado em tela é um dos integrantes da atual diretoria da OAB. * * * * * Esta historinha é recordada pelo Espaço Vital como homenagem a todos os advogados brasileiros, neste 11 de agosto, Dia do Advogado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário