ATUAÇÃO EM TODAS AS AREAS DO DIREITO

Assessoria, Consultoria e Atuação Jurídica e Administrativa completa.
Direito do Consumidor; Direito Bancário; Direito Civil; Direito Tributário; Direito de Família; Direito Criminal; Direito Internacional; Direito Civil e Contratos; Direito Trabalhistas; Direito Empresarial; Direito Previdenciário; Direito das Sucessões e Inventários; Direto Eleitoral; Direito Publico e Administrativo.

Prestamos atendimento e Assessoria Jurídica nas cidades de Chui, Santa Vitoria do Palmar, Rio grande, Pelotas e Pedro Osório-Cerrito, com possibilidade de atuação em outras comarcas. Apresentamos recursos em todas as instancias judiciais.

E-mail: drhugojuridicozs@hotmail.com
Telefone Celular: 91188208- Telefone fixo: 53-32652072
( Horário Comercial- vinculado a Matriz no Município de Chui/RS)- 53-30251803 (H. Comercial- Pelotas/RS)
Celular Uruguaio: 092.484.153.
Horarios de Atendimento:
Segunda a Sexta das 9h as 12 h e das 14h as 19h
Sábados: das 9h as 12h
ESCRITÓRIO 01: Matriz HD Jurídico Chui /RS: Rua Peru 1.015 Chui/RS CEP 96255-000. Telefone (53)32652072
ESCRITÓRIO 02: HD Jurídico Santa Vitoria do Palmar/RS: Rua Barão do Rio Branco 549 CEP 96230-000
ESCRITÓRIO 03: HD Jurídico Pelotas: Rua Andrades Neves 2.565 CEP 96020-080. Telefone: (53)3025-1803
ESCRITÓRIO 04: HD Jurídico Pedro Osório- Avenida Alberto Pasqualini 55 Sala B-
ESCRITÓRIO 05: HD Juridico Rio Grande: Barão de Cotegipe 433- Centro- Sala 912- Edificio Porto de Gales





segunda-feira, 28 de maio de 2012

SERÁ?

Lula cometeu crime ao prometer blindar Gilmar Mendes, diz jurista Por O Globo (pais.online@bsb.oglobo.com.br) | Agência O Globo – 10 horas atrás 4 Email Imprimir DESTAQUES EM BRASIL Desapropriação de bar para obra do Porto custa R$ 1,2 milhão à prefeit … Agência O Globo - 48 minutos atrás Justiça suspende obra de condomínio em Búzios Agência O Globo - 53 minutos atrás Mais em Brasil » BRASÍLIA - O presidente do Conselho Fundador da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst), Flávio Pansieri, avalia que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cometeu um crime ao propor ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o adiamento do julgamento do mensalão em troca de "blindagem" do magistrado na CPI do Cachoeira. Segundo Pansieri, a notícia representa a "maior afronta tornada pública da história do Judiciário brasileiro". Pansieri pediu que o Ministério Público entre imediatamente com uma ação contra Lula, "para evitar que fatos semelhantes voltem a ocorrer no mais importante tribunal do país". Na opinião do jurista, o STF deve agora pautar e concluir o julgamento do mensalão, para mostrar sua "independência e autonomia absoluta de relações espúrias com o poder ou ex-autoridades da República". Segundo reportagem publicada na revista Veja, Lula procurou o ministro do STF Gilmar Mendes para tentar adiar o julgamento do mensalão em troca de blindagem na CPI do Cachoeira. Segundo a reportagem, Lula conversou com o ministro no dia 26 de abril, no escritório do ex-ministro da Justiça e ex-presidente do STF Nelson Jobim, em Brasília. Nos bastidores da CPI, circula a história de que Gilmar Mendes teria viajado a Berlim, na Alemanha, com o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) em um avião cedido pelo contraventor Carlinhos Cachoeira. Como argumento para seu pedido, Lula teria dito que o mais correto seria julgar o mensalão após as eleições municipais de outubro. Além disso, teria contado que também iria conversar com outros ministros do Supremo. PSOL pede que Lula e Mendes detalhem conversa O Líder do PSOL na Câmara, deputado Chico Alencar (RJ), afirmou que Lula e o ministro Gilmar Mendes terão de explicar o que foi conversado no encontro entre os dois. Ele pede que os detalhes da conversa sejam detalhados. Além disso, Alencar pede que algumas ações sejam conduzidas, para "tirar dela (da conversa) qualquer suposição de 'troca de favores', absolutamente indevida". Entre as ações, Alencar pede que seja apurada, na CPI do Cachoeira, se ocorreu uma viagem de Mendes e Demóstenes em avião providenciado ou custeado por Carlinhos Cachoeira. "Em tendo ocorrido nesses termos, (a viagem) seria espúria e de gravíssimas consequências", afirma o deputado, em nota. Outra ação cabível, segundo Alencar, seria dar mais celeridade ao julgamento do mensalão no STF, de "maneira independente e serena", afirma o líder do PSOL. Em nota, Alencar ainda defende que o fato de Mendes ter recebido Lula não incorre em crime. "O PSOL lembra que o saudável costume dos ministros do STF é receber os cidadãos, em exercício de função pública ou não, em dependências do próprio Tribunal, com toda transparência", de acordo com nota assinada por Alencar.

2 comentários:

  1. O sr. Deveria ser denunciado ao Supremo federal Joaquim Barbosa.

    ResponderExcluir
  2. Hugo Davi faz parte do Mensalão?? Parece que sim!! Onde está a verdadeira JUSTIÇA????

    ResponderExcluir