ATUAÇÃO EM TODAS AS AREAS DO DIREITO

Assessoria, Consultoria e Atuação Jurídica e Administrativa completa.
Direito do Consumidor; Direito Bancário; Direito Civil; Direito Tributário; Direito de Família; Direito Criminal; Direito Internacional; Direito Civil e Contratos; Direito Trabalhistas; Direito Empresarial; Direito Previdenciário; Direito das Sucessões e Inventários; Direto Eleitoral; Direito Publico e Administrativo.

Prestamos atendimento e Assessoria Jurídica nas cidades de Chui, Santa Vitoria do Palmar, Rio grande, Pelotas e Pedro Osório-Cerrito, com possibilidade de atuação em outras comarcas. Apresentamos recursos em todas as instancias judiciais.

E-mail: drhugojuridicozs@hotmail.com
Telefone Celular: 91188208- Telefone fixo: 53-32652072
( Horário Comercial- vinculado a Matriz no Município de Chui/RS)- 53-30251803 (H. Comercial- Pelotas/RS)
Celular Uruguaio: 092.484.153.
Horarios de Atendimento:
Segunda a Sexta das 9h as 12 h e das 14h as 19h
Sábados: das 9h as 12h
ESCRITÓRIO 01: Matriz HD Jurídico Chui /RS: Rua Peru 1.015 Chui/RS CEP 96255-000. Telefone (53)32652072
ESCRITÓRIO 02: HD Jurídico Santa Vitoria do Palmar/RS: Rua Barão do Rio Branco 549 CEP 96230-000
ESCRITÓRIO 03: HD Jurídico Pelotas: Rua Andrades Neves 2.565 CEP 96020-080. Telefone: (53)3025-1803
ESCRITÓRIO 04: HD Jurídico Pedro Osório- Avenida Alberto Pasqualini 55 Sala B-
ESCRITÓRIO 05: HD Juridico Rio Grande: Barão de Cotegipe 433- Centro- Sala 912- Edificio Porto de Gales





sexta-feira, 12 de outubro de 2012

OPERAÇÃO ARMANI

Chuí/RS - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 10, a Operação Armani, que visou a desarticular quadrilha especializada na prática do crime de contrabando e descaminho. Foram cumpridos doze mandados de busca e apreensão e efetuadas seis prisões preventivas nas cidades gaúchas de Santa Vitória do Palmar, Chuí, Pelotas, Novo Hamburgo e Porto Alegre. Um investigado que estava com mandado de prisão preventiva decretada possuía em sua residência em Pelotas cocaína, crack e uma pistola 7,65mm, sendo autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse de arma de fogo de uso permitido. No Chuí, houve ainda a apreensão de aproximadamente R$ 10 mil em moeda estrangeira na casa de um dos presos. Equipes policiais ainda encontram-se no cumprimento das demais medidas judiciais. As investigações duraram cerca de dez meses e já haviam resultado em outras prisões, revelando que diversas mercadorias importadas do exterior, como perfumes, cosméticos e bebidas, eram introduzidas clandestinamente no Brasil sob várias formas, inclusive por estradas vicinais. Os produtos eram transportados até Pelotas, de onde seguiam em ônibus de excursão até São Paulo/SP. Estima-se que o valor das mercadorias apreendidas, incluindo impostos que eram sonegados, ultrapassaram R$ 1 milhão. Na deflagração foram apreendidos veículos, equipamentos de informática e, mediante ordem judicial, foram efetivados sequestro de bens do patrimônio dos investigados. A atuação da quadrilha reedita esquema já investigado pela Polícia Federal na fronteira do Brasil com o Uruguai, no qual os criminosos se aproveitam do regime tributário diferenciado a que se submetem os free shops e a extensão de fronteira seca existente entre os dois países para importar clandestinamente produtos de alto valor agregado. Comunicação Social da Delegacia de Polícia Federal em Chuí Contato: (53) 3264-9000 dpf.cm.chi.srrs@dpf.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário